Guaratuba merece mais Feirinhas?

Sempre que amigos e parentes me visitam perguntam: Aqui não tem feirinha?

 

As feiras populares, as “feirinhas” têm sempre uma característica lúdica, acreditamos que reúne ali um pouco da cultura e diversidade local. A feirinha mostra a cidade, um pouco de sua riqueza e seus costumes, um pouco da sua cultura e tradições, mostra as pessoas e seus produtos. Não é só do gosto de “donas de casa” não. Não são é só a mamãe que gosta. Feiras populares podem atrair todas as idades, a depender do que oferecem.

Em Morretes, por exemplo, onde a feirinha oferece atrações artísticas e musicais, muitos jovens são frequentadores assíduos. Sempre às sexta feira a noite, a feirinha de Morretes reúne, em um só ambiente, a venda de produtos da agricultura familiar, orgânicos, praça de alimentação, descontração e uma boa música. Quase sempre artistas locais.

Sempre que visito algum município a primeira coisa que procuro são as feirinhas, digo as feirinhas porque alguns municípios têm mais de uma feira. Elas podem ser realizadas ao ar livre ou em ambientes abrigados também, a depender do ambiente que se deseja propiciar aos visitantes e também da estrutura disponível ou disponibilizado pelo poder público. As feiras livres, realizadas em ambientes abertos geralmente são mais descontraídas e proporcionam um ambiente mais leve, mais alegre, não só de compra e visitação, mas de descanso, integração e socialização.

As feiras populares promovem a dinamização da economia local e regional, o fortalecimento da cultura e dos laços de convivência da população. Mais do que isso, as feiras populares fomentam o empreendedorismo, a autonomia financeira dos feirantes, a emancipação de mulheres, que muitas vezes sustentam famílias trabalhando na feira.

As feiras populares geram trabalho e renda. São tantos pontos positivos que me pergunto:

Por que Guaratuba só tem uma feirinha?

Qual a explicação? O que justifica?

É falta de interesse dos participantes?

É falta de público?

É falta de local ou estrutura física?

Temos produtos típicos da região como nossa farinha de mandioca, os artesanatos de cipó, feitos por moradores de comunidades isoladas como Riozinho e Descoberto, que hoje são entregues a atravessadores a preço de bagatela, apenas alguns centavos por unidade, temos peixe defumado, uma variedade de peixes e frutos do mar frescos, além da ostra que é amplamente divulgada e dificilmente encontrada in natura pelos turistas, temos a Associação de Artesãos de Guaratuba que produz peças lindas de inúmeros trabalhadores.  Poderiam ser comercializados nas feiras por valor razoável, mostrando a identidade e cultura local.

Falta emprego em Guaratuba! Nosso maior potencial econômico é para o turismo, mas é preciso profissionalismo, é preciso vontade, é preciso mobilização e interesse do poder público, do poder privado e também dos moradores. As feirinhas populares são importantes atrativos turísticos em muitos municípios. É preciso que o poder público e a comunidade entenda a importância delas para a economia e para a cultura do nosso município.

Aproveitamos, caso você ainda não conheça, a visitar a feirinha que acontece todos os sábados pela manhã no mercado municipal, próximo à rodoviária. Lá você encontra frutas, verduras, legumes, pastel, ovo e galinha caipira, carne de porco, leite e outros produtos. Garantimos que será bem atendido, que o preço é bom e os produtos são deliciosos.

Ass: O Estuário.

Março de 2019

 

One comment

  1. Adoro ir a feira. Vou todos os sábados.
    A FEIRA DA LUA em Paranagua é um ponto de encontro das famílias e amigos sensacional.
    Por que não realizar em Guaratuba???

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s