Calçadas II – Responsabilidades?

É bom pra quem?

Atualmente a internet é uma ferramenta importante para muita gente, pra muitos serviços e para vários orgãos da gestão pública. Cada cidade ou região tem um grupo que serve para os munícipes fazerem reclamações dos mais variados assuntos. Na nossa cidade, as reclamações mais comuns são em relação a qualidade das ruas, seguida dos animais soltos, vez ou outra aparecem pessoas elogiando ou reclamando do serviço de saúde, mais raramente vemos pessoas falando das escolas e da educação e atualmente vemos as discussões por conta dos vereadores.

Esses grupos, ao nosso ver beneficiam a prefeitura, tendo em vista que podem fazer melhorias pontuais e não precisam ter ou seguir um planejamento de melhorias contínuas (não que isso não exista), mas fica evidenciado a importância que o executivo dá para as reclamações que aparecem na rede.

Nos últimos dias, nos chamou a atenção um post de uma moradora reclamando que a prefeitura tinha feito uma roçada e deixado de recolher a sujeira. Nas fotos postadas, a impressão que temos é que a prefeitura está roçando / cortando a grama da calçada de propriedades particulares. Podemos ter interpretado errado a imagem, mas caso nosso ponto de vista esteja certo, essa obrigação é do dono da casa / morador. Já escrevemos sobre calçadas num texto anterior (https://oestuario.org/2019/05/14/calcadas-responsabilidade-de-quem/) e deixamos claro várias questões referentes a isso.

Mas queremos saber o porquê de estar ocorrendo dessa forma? Acreditamos que possa ser boa vontade da equipe, que realiza o trabalho na rua e não vê problema em fazer a limpeza no passeio, porém existe um problema, a calçada não é de responsabilidade da prefeitura. O que a prefeitura deve fazer é fiscalizar as calçadas, avisar e dar multas caso o problema não seja resolvido.

A questão, a nosso ver é um pouco maior. Essa equipe deveria realizar um serviço a toda a população e não somente aos proprietários que tem a sorte de ter a frente da casa limpa pelas equipes da prefeitura. A equipe em questão é eficiente e o trabalho é muito bem feito, tendo em vista que as áreas públicas sempre estão bem cuidadas, com a grama cortada, com flores plantadas e limpas. 

Já questionamos o secretário, também em outro texto (https://oestuario.org/2019/05/10/patrolas-sec-obras/) e não tivemos nenhum dos questionamentos respondidos. E novamente deixaremos algumas questões em aberto para a equipe da prefeitura e todos que puderem, nos auxiliar com essas dúvidas.

 

Vamos lá aos seguintes questionamentos:

 

-Porque eles fazem esse corte? Não é obrigação do dono? Como já falamos em outro texto. -Eles estão cortando da calçada porque já terminaram das áreas públicas?

-Eles não deveriam ser direcionados a fazer o trabalho a um bem comum ao invés de limpar a calçada dos relaxados? 

-Não poderiam receber um treinamento e colocar em prática as hortas comunitárias ou algum serviço direcionado ao bem comum se o serviço já “terminou”?

-Onde encontramos o cronograma dessa limpeza?

-Quantos funcionários são direcionados a limpar as calçadas particulares? 

– Como é definido quem recolhe os resíduos? A equipe que recolhe e faz a coleta é a mesma? São servidores públicos? Porque a coleta desses resíduos deveria ser feito pela terceirizada, não?

 

Vimos que o funcionário que respondeu a questão abordada no grupo foi super educado e prestativo. Assim esperamos obter também as respostas dessas dúvidas.

 

OEstuario.org novamente se coloca a disposição da prefeitura ou qualquer funcionário que queira esclarecer tais dúvidas. 

 

Texto por: O Estuário

Postado em: Junho / 2019

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s